União Européia promete incluir países dos Balcãs

Líderes da União Européia (UE), reunidos no balneário grego de Puerto Carras neste sábado, prometeram incluir os países dos Bálcãs no bloco. O anúncio foi feito durante o encerramento de uma cúpula marcada pelo começo das negociações sobre a primeira Constituição européia.Durante a reunião, a UE também tomou medidas para melhorar as relações com os Estados Unidos ao elaborar um documento de estratégia que reconhece a importância da aliança transatlântica ante as novas ameaças à segurança global, como o terrorismo e as armas de destruição em massa.Após uma reunião com líderes da Albânia, Bósnia-Herzegovina, Croácia, Macedônia e Sérvia e Montenegro, os 15 chefes da UE garantiram ? 210 milhões (cerca de US$ 249 milhões) em assistência aos países e expressaram a intenção de incluí-los futuramente no bloco. Para que façam parte da UE os países dos Bálcãs terão que fortalecer as economias, demonstrar uma "cooperação inequívoca" com relação à entrega de criminosos de guerra ao tribunal de Haia, combater a corrupção e o crime organizado e normalizar as relações internas, principalmente no caso dos sérvios e dos albaneses de Kosovo.Em Tessalonica, a cerca de 100 quilômetros ao noroeste do local onde era realizada a cúpula, centenas de pessoas protestaram , principalmente contra os Estados Unidos, queimando lojas e saqueaando uma lanchonete do McDonald´s.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.