REUTERS/Alkis Konstantinidis
REUTERS/Alkis Konstantinidis

União Europeia recebeu 400 mil pedidos de asilo no primeiro semestre de 2015

Segundo agência, entre abril e junho houve 213 mil solicitações; Alemanha foi o país mais procurado pelos refugiados

O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2015 | 11h58

BRUXELAS - A Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia, divulgou nesta sexta-feira, 18, dados recentes sobre os pedidos de asilo em 2015. Em todo o primeiro semestre deste ano, o bloco recebeu cerca de 400 mil pedidos, dos quais 38% foram feitos à Alemanha, 15% à Hungria e 8% à Áustria.

Entre abril e junho, a União Europeia recebeu 213.200 novas solicitações, o que representa um aumento de 85% com relação ao mesmo período do ano passado.

A Alemanha foi o país que mais recebeu pedidos de asilo na União Europeia: 80.935 de abril a junho. A Hungria está em segundo lugar, com 32.675 solicitações.

Dentre os solicitantes, houve um aumento no número de sírios e afegãos, que constituem um terço das novas demandas, segundo a agência.

Acidente. Um imigrante morreu eletrocutado na noite de quinta-feira quando estava no túnel que cruza o Canal da Mancha no território francês. A polícia informou hoje que ele tentava subir no teto de um trem para viajar até a Grã-Bretanha.

“Pouco antes da meia-noite, um imigrante, provavelmente sírio, foi encontrado morto na parte superior de um vagão que transportava mercadorias no túnel do Canal da Mancha”, indicaram as autoridades. “Morreu eletrocutado quando subia no vagão”, destacou.

Esse é décimo imigrante a morrer em Calais na tentativa de chegar à Grã-Bretanha desde 26 junho. /AFP e ASSOCIATED PRESS


Mais conteúdo sobre:
imigraçãoasiloEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.