Unicef alerta para rapto de crianças

CENÁRIO: EFE e NYT

O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2013 | 02h06

A Unicef, agência da ONU encarregada da proteção às crianças, alertou ontem para o risco de crianças filipinas serem vítimas de traficantes de menores, algo que ocorreu após o terremoto no Haiti de 2010. Uma das diretoras da Unicef, Carmen Molina, apelou para que seja feita a localização, identificação e manutenção em espaços seguros de 1,7 milhão de crianças que vivem em zonas afetadas pelo tufão, para que elas possam ser reagrupadas a suas famílias. A Unicef disse ter reunido e enviado alimentos especiais para crianças, água e material médico para até 10 mil famílias, mas o acesso às áreas mais atingidas está bloqueado. "O tufão destruiu a infraestrutura e as comunicações", afirmou o chefe da instituição nas Filipinas, Tomoo Hozumi.

Há quatro semanas, a mesma região foi castigada por um terremoto de 7,2 graus na escala Richter que arrasou a Ilha de Bohol e matou 82 pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.