AFP PHOTO
AFP PHOTO

Unicef denuncia morte de 25 crianças em ataques aéreos na Síria

Entidade afirmou que houve três ações em áreas de muito movimento e que um dos ataques atingiu uma mesquita

O Estado de S. Paulo

27 Junho 2016 | 10h15

AMÃ - O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) informou no domingo que 25 crianças morreram no sábado em ataques aéreos na cidade síria de Al Qurayyah, no campo oriental de Deir es-Zor. A entidade denunciou em um comunicado três ataques em áreas de muito movimento.

Um dos locais atacados foi uma mesquita, que estava no meio de uma oração, da qual os socorristas tiraram os corpos dos menores dos escombros.

No sábado, o grupo de monitoramento Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) relatou que os ataques aéreos realizados por aviões de guerra sírios ou russos mataram dezenas de pessoas na cidade.

Deir es-Zor liga a capital de fato do Estado Islâmico na cidade síria de Raqqa a territórios sob seu comando no Iraque.

"A organização do Unicef deplora estes ataques e pede a todas as partes do conflito que poupem as crianças", disse a organização em comunicado. /EFE e Reuters

Mais conteúdo sobre:
UnicefcriançasSíriaataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.