Único sobrevivente, de 10 anos, passa bem

Um menino holandês de apenas 10 anos foi o único sobrevivente do desastre aéreo ocorrido ontem com um Airbus A330 da companhia líbia Afriqiyah Airways, no aeroporto de Trípoli, segundo as autoridades.

TRÍPOLI, O Estado de S.Paulo

13 Maio 2010 | 00h00

A tragédia deixou 93 passageiros e 11 tripulantes mortos, mas, inexplicavelmente, o garoto foi resgatado com vida dos destroços da aeronave que ficaram espalhados por uma grande área próxima da pista de pouso, coberta por peças do motor e da carenagem carbonizadas, além de pertences pessoais dos passageiros.

"Todos estão mortos, menos um menino", anunciou o ministro dos Transportes líbio, Mohamed Zidane. "Ele está em boas condições, mas se encontra hospitalizado, realizando exames médicos."

"O garoto perdeu muito sangue", disse uma fonte do hospital à agência de notícias France Presse. Ele teria sido submetido a cirurgias por causa de fraturas nas pernas. Imagens de TV mostravam o menino com uma faixa na cabeça. A identidade do menino não foi revelada e as autoridades líbias também não disseram se ele viajava desacompanhado ou se seus pais estavam entre os passageiros mortos. / REUTERS, EFE, AP e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.