Universidade demite defensor de reformas

Uma prestigiosa universidade da China terminou seu contrato com o economista e defensor da liberdade de expressão Xia Yeliang. De acordo com declarações do professor à Associated Press, a faculdade de economia da Universidade de Pequim pediu sua expulsão dos quadros da instituição. Amigo do Nobel da Paz encarcerado Liu Xiaobo, Xia ajudou a redigir o manifesto Carta 08, que, assinado por mais de 300 intelectuais e defensores dos direitos humanos, pediu reforma política na China, em 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.