Universidade se nega a matricular estudante acima do peso

Uma universidade da Tailândia se recusou a admitir uma estudante acima do peso em seu curso de enfermagem alegando que a candidata não possui "um perfil adequado e ativo" para a profissão.Rosukhon Oransetakul, de 18 anos, que pesa 96 quilos, foi aprovada no exame de seleção da Universidade Mahidol no último dia 10, mas três dias depois foi informada por funcionários que ela não poderia ser admitida nas aulas. A jovem disse a jornalistas que deverá apelar à Corte Administrativa para obter a anulação da "ordem discriminatória" da universidade.Segundo a professora Supranee Senadisi, a universidade não tem preconceito contra estudantes obesos. "Mas as leis e regulamentações estaduais determinam que uma enfermeira precisa possuir um perfil adequado e ativo", afirmou a professora.Senadisi afirmou que a jovem está acima do peso para a sua altura, de 1,59m, o que poderia ser um impedimento para o trabalho de enfermeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.