Universidades dos EUA vão ter laboratórios contra bioterrorismo

A Universidade de Boston e a Universidade do Texas venceram uma competição nacional para a construção de laboratórios de alta segurança para pesquisar virus mortais como parte da campanha do governo para aumentar as defesas contra o bioterrorismo. Os laboratório poderão abrigar centenas de cientistas pesquisando vacinas e manipulando agentes mortais como antrax, peste e varíola. Cada um receberá US$ 120 milhões do governo federal para as obras. Suas instalações juntarão três outros laboratórios operacionais do país, que levam a mais alta designação de segurança ? nível 4 ? que tratam de agentes que causam doenças mortais sem cura. Esses laboratórios tops são o Centers for Disease Control e Prevention, de Atlanta, o Army?s Fort Detrick, em Maryland, e a Southwest Foundation for Biomedical Research, de San Antonio, Texas.

Agencia Estado,

30 Setembro 2003 | 20h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.