Uribe buscou diálogo secreto com as Farc

Documentos revelados ontem pelo WikiLeaks mostram que o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe buscou um diálogo secreto com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) nos últimos meses de governo - ele deixou o cargo em agosto. Uma série de ataques guerrilheiros e de carros-bomba, contudo, frustraram a aproximação.

, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2010 | 00h00

Frank Pearl, alto comissário de paz do governo da Colômbia, disse ao embaixador americano William Brownfield que Bogotá havia "aberto canais de comunicação com as Farc para criar um clima de confiança que acabasse com a violência no país". / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.