Uribe descarta anistia e indulto para integrantes das Farc

O presidente colombiano, Alvaro Uribe, assegurou nesta quarta-feira que as Farc não receberão anistia nem indulto em uma eventual negociação de paz."Que se atentem as Farc. Que o dia que quiserem fazer uma processo de paz, os níveis serão muito altos, graças ao que estão fazendo hoje neste governo", disse Uribe durante um discurso público em uma localidade do sul colombiano.No ato, o presidente recordou o assassinato de nove conselheiros pelas Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (FARC). Eles foram assassinados durante uma reunião que realizavam em um salão de conferências em um hotel do município de Rivera em 27 de fevereiro do ano passado.O presidente recordou que o processo de paz com os paramilitares não teve nem anistia nem indulto para os crimes violentos.Uribe lembrou ainda que "no passado concederam anistia sem dizer a verdade", e disse que agora os grupos ilegais que querem obter benefícios da lei terão que dizer a verdade.Também afirmou que as Farc devem se preparar para "indenizar as vítimas com o dinheiro que conseguiram com o narcotráfico". O presidente colombiano ressaltou ainda que nenhum membro dos grupos armados ilegais que for declarado culpado de delitos contra a humanidade poderá participar da política, nem do congresso, como acontece com os paramilitares. "Este país tem que tratar do mesmo modo todos os criminosos de diferentes origens", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.