Uribe ordena cerco à guerrilha

O presidente colombiano, Álvaro Uribe, ordenou ontem que as Forças Armadas do seu país localizem e cerquem os acampamentos das Farc onde há reféns. O objetivo seria pressionar a guerrilha a libertar os seqüestrados. Segundo Uribe, após esse procedimento, a comunidade internacional e atores nacionais seriam convocados para definir qual a melhor forma de negociar com os rebeldes. ''''As forças de segurança colombianas estão avançando na busca dos reféns desde o ano passado", disse Uribe. As Farc têm mais de 700 seqüestrados em seu poder. O grupo se diz disposto a trocar 44 reféns políticos por 500 rebeldes presos em um acordo humanitário com o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.