Uribe visita Honduras em apoio a novo governo

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, foi recebido hoje em Honduras pelo presidente Porfírio Lobo, durante uma visita oficial para manifestar seu apoio às novas autoridades de Tegucigalpa. Uribe chegou pela manhã à base da Força Aérea Hondurenha (FAH), no Aeroporto Toncontín, ao sul da capital, onde Lobo e membros de seu gabinete o aguardavam.

AE-AP, Agencia Estado

30 de janeiro de 2010 | 14h33

Militares do alto escalão fizeram um tributo ao mandatário colombiano e a sua comitiva de ministros. "Uribe veio felicitar o presidente Lobo e reafirmar o apoio da Colômbia aos esforços que está fazendo para alcançar a reconciliação nacional", informou a embaixadora de Bogotá em Tegucigalpa, Sonia Pereyra.

Lobo, do Partido Nacional (PN), de direita, assumiu a presidência de Honduras na quarta-feira e tenta organizar um governo de integração com quatro outros partidos. A intenção é fechar as feridas provocadas pelo golpe de Estado de 28 de junho contra o presidente Manuel Zelaya.

Honduras foi excluída da comunidade internacional após o golpe, mas Uribe foi um dos poucos presidentes que deu apoio ao país durante a administração do governo de facto de Roberto Micheletti. A visita de Uribe também tem o propósito de "negociar um plano de ação de segurança, concretamente, para combater a delinquência organizada", particularmente o narcotráfico, observou Pereyra.

"Vamos empreender uma luta contra o crime organizado e vamos abordar temas como terrorismo e narcotráfico. Estamos agradecidos por este apoio", disse o ministro de Defesa, Oscar Alvarez. Após a chegada, Uribe e Lobo dirigiram-se para a residência oficial, para uma reunião privada. Uribe deve regressar à Colômbia ainda hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaUribeHondurasLobovisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.