Urso polar Knut pode ter morrido de problema cerebral

BERLIM (Reuters Life!) - Knut, o urso polar que virou celebridade e que morreu no fim de semana, pode ter falecido devido a uma desordem cerebral, disse o zoológico de Berlim na terça-feira.

REUTERS

22 de março de 2011 | 14h41

Knut tornou-se mundialmente famoso como filhote fofo, mas cresceu e tornou-se um predador de 200 quilos. Ele morreu no sábado, diante de visitantes horrorizados no zoológico. Tinha apenas 4 anos de idade.

Com os fãs exigindo saber a razão de sua morte súbita na piscina, o zôo de Berlim pediu uma autópsia ao Instituto Leibniz de Zoologia e Pesquisa com Animais Selvagens.

"Os resultados iniciais mostram anormalidades cerebrais significativas que podem ser vistas como a razão da morte repentina do urso polar", disse o zôo em comunicado.

Knut foi rejeitado por sua mãe e por essa razão foi alimentado por seu tratador, Thomas Doerflein. Milhares de visitantes iam assistir ao tratador e o filhote brincando, e a fama de Knut se espalhou pelo mundo. Doerflein também morreu jovem, em 2008.

Os Correios alemães chegaram a criar um selo em homenagem a Knut, e os suvenires do ursinho geraram grandes negócios. Quando Knut chegou à adolescência, já tinha gerado 5 milhões de euros (7 milhões de dólares) para o zoológico de Berlim.

Uma batalha foi travada por sua guarda. O zôo de Neumuenster disputou sua custódia, ou pelo menos parte dos lucros, porque emprestara o pai de Knut, Lars, ao zôo de Berlim.

O fã-clube de Knut encolheu à medida que o ursinho órfão foi crescendo, e no ano passado um grupo de defesa dos direitos dos animais disse que ele deveria ser castrado, porque era parente da ursa Giovanna, sua "namorada".

O defensor dos direitos dos animais Frank Albrecht, que fez a sugestão, revelou que recebeu muitos telefonemas enfurecidos, incluindo um de um homem dizendo que ele, Albrecht, era quem deveria se castrar.

(Por David Stamp)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALZOOURSOKNUT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.