Uruguai e Argentina inauguram interconexão ferroviária

Os presidentes de Argentina e Uruguai, Cristina Kirchner e José Mujica, respectivamente, inauguraram nesta segunda-feira uma interconexão ferroviária que atravessa uma represa compartilhada pelos dois países.

Agência Estado

29 de agosto de 2011 | 21h52

Mujica presenteou Cristina com um ramo de flores quando ela desembarcou na estação ferroviária de Salto, 500 quilômetros a oeste de Montevidéu.

Cristina chegou em um trem procedente de Concordia, na província de Entre Ríos, e regressou a Buenos Aires depois de um breve encontro com Mujica.

As duas cidades são separadas pelo Rio Uruguai, no qual se situa a represa binacional de Salto Grande, que opera 14 turbinas e divide a energia hidrelétrica entre os dois países.

"É um dia de festa e compromisso. Vamos de passo em passo. Este pequeno passo de hoje entra para a história por melhorar a comunicação, os pontos de contato, por multiplicar os lugares onde podemos nos encontrar", disse Mujica, citado pela edição digital do jornal uruguaio El País.

Cristina, por sua vez, disse que a interconexão "não é um passo pequeno, e sim um passo grande". As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.