Iván Franco/Efe
Iván Franco/Efe

Uruguai promulga lei que zera nível de álcool permitido para motoristas

Até hoje, seria possível conduzir veículos no Uruguai com uma quantidade de álcool menor que 0,3 gramas por litro, de acordo com lei vigente desde 2007

O Estado de S. Paulo

28 de dezembro de 2015 | 20h59

MONTEVIDÉU - O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, promulgou nesta segunda-feira, 28, uma lei que estabelece redução a zero do grau de álcool no sangue de motoristas.

"Todo o motorista ficará impossibilitado de dirigir automóveis de qualquer tipo ou categoria, quando a concentração de álcool no sangue, ou o equivalente em termos de espirometria, seja superior a 0,0 gramas por litro", diz o texto da medida, que já está em vigor.

Até hoje, seria possível conduzir veículos no Uruguai com uma quantidade de álcool menor que 0,3 gramas por litro, de acordo com lei vigente desde 2007.

Recentemente o presidente da Unidade de Segurança Viária do país, Gerardo Barrios, divulgou dados parciais de acidentes de trânsito, destacando que desde a redução do limite de álcool no sangue de 0,8 para 0,3 gramas por litro, a queda foi de 300% nas colisões que tinham motoristas alcoolizados no volante.

Atualmente, a taxa de mortalidade no Uruguai é de 16,6 mortes em acidentes viários, para cada 100 mil habitantes, de acordo a relatório. Segundo a Organização Mundial de Saúde (oms), o país é um dos 79 em que houve aumento no índice de mortes em colisões. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
UruguaiTabaré Vázquezálcool

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.