Uruguaios elegem presidente neste domingo

Os uruguaios decidem amanhã, dia 29, quem será o próximo presidente do país. Cerca de 2,5 milhões de eleitores decidirão entre o ex-guerrilheiro tupamaro José Mujica, que aparece como favorito nas pesquisas, e o nacionalista Luis A. Lacalle, candidatos com propostas e ideologia diametralmente opostas. Mujica, de 74 anos, é membro do Movimento de Libertação Nacional-Tupamaros, o grupo radical de esquerda que tentou tomar o poder pelas armas, e recebeu 49% dos votos no primeiro turno eleitoral, realizado em 25 de outubro. Lacalle, de 68 anos, de centro-direita, foi presidente entre 1990-1995, conquistou agora quase 30% dos votos e diz que se for eleito buscará a governabilidade mediante a negociação com o Congresso.

AE-AP, Agencia Estado

28 Novembro 2009 | 14h58

As pesquisas da última semana mostraram vantagem de 7 a 9 pontos porcentuais para Mujica, com uma massa de indecisos de cerca de 9% dos entrevistados. Pedro Bordaberry, líder do Partido Colorado, respaldou a candidatura de Lacalle. Em 1999, foi o Partido Nacional, de Lacalle, que apoiou o colorado Jorge Batlle e lhe deu a vitória. Sem nenhum debate entre Mujica e Lacalle, a campanha teve como base a formação de grandes caravanas de automóveis, com simpatizantes carregando bandeiras da Frente Amplio e do Partido Nacional, e atos públicos, mas sem concentrações maciças.

Desde ontem, os uruguaios estão no período de silêncio eleitoral, que se prorrogará até o encerramento da votação neste domingo, às 20 horas (horário de Brasília). A Corte Eleitoral poderá revelar os primeiros resultados algumas horas depois do fim da votação. O novo presidente tomará posse em 1º de março para um mandato de cinco ano. Mas os uruguaios voltam às urnas em maio de 2010 para eleger os gestores das 19 províncias do Uruguai.

Mais conteúdo sobre:
Uruguai eleições segundo turno

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.