Usina explode e deixa 11 mortos

Pelo menos 11 pessoas morreram, 14 ficaram feridas e até 65 desapareceram, após a sala das turbinas da maior hidrelétrica da Rússia ser inundada em poucos segundos. Segundo o governo, o acidente em Sayano-Shushenskaya, na Sibéria, ocorreu quando um transformador estourou no momento em que funcionários faziam trabalhos de reparação. A explosão, que destruiu as paredes e o teto da sala, foi causada pelo aumento repentino da pressão na tubulação. O porta-voz do Ministério de Emergências da Sibéria, Roman Dotsov, disse que algumas pessoas morreram afogadas e outras, esmagadas pelos destroços."É possível que ainda haja sobreviventes nas galerias inundadas. As equipes de resgate já encontraram uma pessoa", disse. A RusHydro, proprietária da hidrelétrica, disse que o acidente acarretará um prejuízo de "bilhões de rublos" e afirmou que o reparo levará vários meses, pois duas das dez turbinas foram totalmente destruídas e uma terceira foi parcialmente afetada.Logo após a explosão, os moradores da área, em pânico, deixaram suas casas, temendo inundações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.