Usina que foi pivô de disputa volta a operar no Equador

A Usina Hidrelétrica de San Francisco, entregue ao governo do Equador pela construtora brasileira Norberto Odebrecht no ano passado e paralisada desde junho por problemas técnicos, voltou a funcionar parcialmente ontem, informaram funcionários equatorianos. O problema na central serviu de argumento para a decisão do governo de Rafael Correa de expulsar a Odebrecht do Equador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.