Uso da pena de morte dobrou em 2008

O número de condenados à pena de morte praticamente dobrou no ano passado em relação a 2007 e a China lidera com folga o número de execuções. As conclusões estão no relatório anual da Anistia Internacional, divulgado ontem. Pequim é responsável por 72% das 2.930 execuções no mundo, seguido por Irã, Arábia Saudita e EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.