Vai a 13 o total de mortos em explosão na Colômbia

Já chega a pelo menos 13 o número de mortos após a explosão nesta madrugada de um oleoduto na Colômbia. Além disso, 75 ficaram feridos, entre eles muitas crianças, e cerca de 30 casas foram danificadas ou destruídas. As autoridades acreditam que a explosão no oleoduto, que pertence e é controlado pela empresa estatal de energia Ecopetrol, pode ser sido causado por moradores locais que aparentemente estavam roubando gasolina no momento do incidente.

AE, Agência Estado

23 de dezembro de 2011 | 16h53

"Essa é uma hipótese, mas nós ainda estamos investigando", disse, por telefone, Gonzalo Ricardo Londono, comandante de polícia da cidade de Pereira. "Oficialmente, o que nós sabemos é que houve uma perda de pressão (no oleoduto) que fez com que escapassem gases e gasolina. A partir daí, isso se acumulou em uma área próxima a um riacho e houve a explosão." Londono disse que muitos dos feridos estão em "condições graves", com sérias queimaduras, sendo tratados em hospitais locais.

O incidente ocorreu na região da cidade de Dosquebradas, que fica no departamento (Estado) de Risaralda. Um comunicado da Ecopetrol disse que o bombeamento da gasolina no oleoduto foi imediatamente suspenso e uma equipe de investigadores foi enviada ao local. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbiaexplosãomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.