Vai a 13 total de mortos em novo atentado no Paquistão

Subiu para 13 o total de mortos em ataques realizados hoje em Peshawar, no Paquistão. Duas explosões mataram pelo menos seis pessoas e um ataque suicida contra um posto policial na periferia da cidade provocou a morte de quatro soldados, informaram autoridades locais. Além disso, mais de 80 pessoas ficaram feridas nas explosões ocorridas hoje no mercado Qissa Khawani. Numa troca de tiros subsequente, dois supostos extremistas foram mortos e um acabou detido, informou a polícia local.

AE-AP, Agencia Estado

28 de maio de 2009 | 14h25

As bombas usadas no ataque foram deixadas num carro e numa motocicleta estacionados em frente, disse o oficial de polícia Zarman Shah Khan. Horas depois, um homem-bomba promoveu um ataque suicida contra um posto policial nos arredores de Peshawar, provocando a morte de quatro soldados, disse o oficial de polícia Yaseen Khan. Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria dessas explosões.

Peshawar é a principal cidade do noroeste paquistanês e fica próxima das regiões tribais perto da fronteira afegã, onde as autoridades acreditam que haja muitos militantes do Taleban. A cidade foi palco recente de diversos ataques a bomba.

No último dia 16, duas explosões mataram pelo menos 11 pessoas. Os alvos foram um cibercafé e um ônibus que transportava crianças portadoras de deficiência. Ontem, um ataque suicida em Lahore atingiu sedes da polícia e do serviço de inteligência, matando aproximadamente 30 pessoas e ferindo mais de 300.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoviolênciamercado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.