Vai a 166 total de mortos por avalanches no Afeganistão

Subiu para ao menos 166 o total de mortos em uma série de avalanches que começou anteontem, ao norte de Cabul, segundo informaram hoje autoridades do país. Zemeri Bashary, porta-voz do Ministério do Interior, confirmou que foram recolhidos, nos últimos dois dias, 166 corpos do Passo Salang, uma importante via que liga a capital do Afeganistão ao norte do país.

AE-AP, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 20h33

Em Cabul, o porta-voz disse que 2,5 quilômetros da rodovia foram desobstruídos e pelo menos 2.600 pessoas já foram resgatadas. A série de avalanches começou na segunda-feira, ao longo da passagem de 3.800 metros, levando ao bloqueio de rodovias e deixando centenas de pessoas presas. Algumas das vítimas foram encontradas mortas congeladas, dentro de seus carros. Em outros casos, os corpos estavam ao lado das vias.

Bashary disse esta noite que a operação de resgate estava "95% concluída", dando a entender que as autoridades não esperavam novos aumentos significativos no número de mortos. O presidente Hamid Karzai expressou seu pesar pelos mortos em comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoavalanchesmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.