Vai a 20 total de mortos em atentado no Afeganistão

Subiu para 20 o total de mortos por um suicida hoje, em um distrito comercial no centro do Afeganistão, segundo a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O governador da província de Uruzgan, Asadullah Hamdan, disse também que pelo menos 13 pessoas haviam ficado feridas na explosão.

AE-AP, Agencia Estado

14 de janeiro de 2010 | 20h51

O atentado ocorreu na principal cidade da província, Dihrawud. O chefe de polícia local, general Juma Gul Himat, disse que entre os mortos havia três crianças. Várias lojas ficaram destruídas.

Outro chefe de polícia local, Omar Khan, disse que o ataque provavelmente tinha como alvo um encontro regular entre funcionários da Otan, autoridades locais e líderes tribais. Segundo Khan, o atentado acabou ocorrendo apenas perto da reunião, pois o extremista não conseguiu entrar na área onde ela era realizada. Um porta-voz da Otan disse ainda não ter informações sobre a aliança ter sido um possível alvo.

O ataque ocorreu um dia depois da divulgação de um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), segundo o qual o número de civis mortos em atos violentos relacionados à guerra atingiu seu nível mais alto no ano passado. Segundo esse documento, as principais causas das mortes foram atentados suicidas e outros ataques realizados por milícias extremistas.U

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoatentadoOtanONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.