Vai a 206 número de mortes causadas por erupções do vulcão Merapi

Vulcão da Indonésia está ativo desde outubro e fez 340 mil pessoas deixarem suas casas

Efe

12 de novembro de 2010 | 09h02

Militares indonésios realizam operações para a evacuação em áreas ameçadas.

 

JACARTA - A Agência Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia elevou nesta sexta-feira, 12, para 206 o número de mortos desde que o vulcão Merapi, no centro da ilha de Java, iniciou uma série de erupções a partir do último dia 26 de outubro.

 

Veja também:

mais imagens A fúria do Merapi em imagens

especial Linha do tempo: a destruição dos vulcões

 

Cerca de 340 mil pessoas se encontram em centros de evacuação em um perímetro de segurança de 20 quilômetros.

 

Por causa da atividade do vulcão, de 2.194 metros de altura, milhares de hectares de plantações ficaram cobertos por uma grossa camada de cinzas, e numerosas aldeias foram atingidas, causando graves problemas respiratórios à população local.

 

A Indonésia está sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de intensa atividade sísmica e vulcânica, e tem 400 vulcões, dos quais 129 estão ativos.

Tudo o que sabemos sobre:
VulcãoMerapiIndonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.