Vai a 24 total de mortos no Paquistão após ataque aéreo

O número de mortos por um ataque com um avião não tripulado dos Estados Unidos no noroeste do Paquistão chegou hoje a 24, segundo funcionários locais. As fontes, pedindo anonimato, disseram que os mortos eram militantes, em uma região com forte presença da Al-Qaeda e do Taleban.

AE, Agência Estado

17 de março de 2011 | 12h03

Um funcionário do setor de segurança em Peshawar disse que quatro mísseis atingiram ontem um centro de treinamento de militantes na cidade de Datta Khel, 40 quilômetros a oeste de Miranshah, principal cidade da zona tribal do Waziristão do Norte, fronteiriça com o Afeganistão.

"Militantes estavam usando essa casa como um centro de treinamento e costumavam se reunir ali. Eles recolheram 24 corpos dos escombros", disse a fonte. "Nós achamos que o número de mortos irá aumentar. Dez militantes estão gravemente feridos", completou. Um funcionário do setor de inteligência em Miranshah confirmou o número de mortos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoataque aéreoEUAmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.