Vai a 28 número de mortos por enchentes na Turquia

Fortes chuvas afetaram hoje uma importante via e um distrito comercial em Istambul e mataram pelo menos 20 pessoas, segundo o governador da província, Muammer Guler. Além disso, dezenas de carros e telhados de casas foram destruídos. Guler disse que há ainda oito desaparecidos e 20 pessoas estão feridas. Com as novas vítimas, subiu para pelo menos 28 o número de mortos pela chuva no noroeste da Turquia desde o fim da segunda-feira.

AE-AP, Agencia Estado

09 de setembro de 2009 | 11h03

Na pior chuva em décadas na região, as águas subiram mais de um metro no distrito de Ikitelli, paralisando a rota que vai até o principal aeroporto de Istambul e uma rodovia para Grécia e Bulgária, no lado europeu da cidade. O vice-governador da província de Istambul, Hikmet Cakmak, descreveu a cena no distrito de Ikitelli como um "desastre". Segundo ele, quatro helicópteros e oito botes foram enviados para auxiliar o resgate. Bombeiros de Istambul recuperaram sete corpos hoje em um estacionamento para caminhões em Ikitelli, segundo a agência Anatólia. Mais sete corpos estavam próximos de fábricas têxteis, no vizinho distrito de Halkali.

O rápido crescimento populacional, impulsionado por décadas de migração das empobrecidas regiões rurais turcas, levou Istambul a se tornar uma metrópole de 15 milhões de habitantes, sem infraestrutura adequada e com planejamento urbano ruim. Os voos no aeroporto de Ataturk não foram afetados pela água. Contudo, muitos passageiros não conseguiam chegar ou partir do local. A previsão é a de que ocorra mais chuvas no noroeste turco amanhã.

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiaIstambulenchente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.