Vai a 29 número de mortos em explosão no Paquistão

O número de mortos na explosão de um carro-bomba ontem no noroeste do Paquistão subiu para 29, informaram hoje a polícia e médicos locais. Cerca de 100 pessoas ficaram feridas quando uma bomba explodiu num conhecido bazar de Peshawar, destruindo uma mesquita de muçulmanos xiitas e um hotel, além de incendiar uma fileira de carros e lojas, disse Mohammed Khan, um oficial da polícia local.Imagens da rede de TV local mostraram sobreviventes desesperados carregando vítimas para carros particulares e ambulâncias, enquanto carros de bombeiros tentavam apagar as chamas. Não se sabe o motivo nem os culpados pelo ataque, mas o chefe do governo da província, Haider Khan Hoti, disse que "forças externas" poderiam ser responsáveis pelo atentado, o que foi entendido como referência à Índia. A escalada da violência está desestabilizando o noroeste do Paquistão, uma vez que o país é acusado pela arqui-rival Índia de estar por trás da matança em Mumbai na semana passada. Segundo as acusações, os pistoleiros foram treinados por militantes no Paquistão. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.