Vala clandestina em mina tem 55 corpos

MÉXICO

, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2010 | 00h00

Pelo menos 55 cadáveres foram retirados de uma vala comum clandestina descoberta em uma mina. As vítimas, supostamente assassinadas pelo crime organizado, estavam a cerca de 200 metros de profundidade, no respiradouro da mina, e foram descobertas depois que militares prenderam 15 pessoas. Segundo a Promotoria do Estado de Guerrero, apenas quatro corpos foram identificados, entre eles o do diretor de uma prisão da região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.