Emilio Naranjo/ EFE
Emilio Naranjo/ EFE

Vargas Llosa participará de marcha em Barcelona por unidade da Espanha

Ferrenho opositor dos nacionalismos, escritor não poupou críticas ao separatismo na Catalunha, o qual chamou de 'doença' que pode transformar a região em 'uma nova Bósnia'

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2017 | 17h20

BARCELONA - O escritor peruano Mario Vargas Llosa participará, junto com outras personalidades, da marcha pela unidade da Espanha convocada para este domingo, 8, em Barcelona, contra as aspirações separatistas das autoridades catalãs - anunciaram seus organizadores.

O que aconteceria depois da declaração de independência?

"No palco, falarão Mario Vargas Llosa, (Josep) Borrell e Isabel Coixet", anunciou a organização Sociedade Civil Catalã, citando o Prêmio Nobel de Literatura, o ex-presidente do Parlamento Europeu e a cineasta.

Ferrenho opositor dos nacionalismos, Vargas Llosa não poupou críticas ao separatismo na Catalunha, o qual chamou de "doença" que pode transformar a região em "uma nova Bósnia".

Em um evento no fim de setembro, em Madri, o autor de 81 anos qualificou como um "disparate absoluto e um anacronismo" o referendo de autodeterminação proibido pela Justiça.

Depois da vitória do "sim" na consulta do dia 1º, as autoridades catalãs planejam fazer uma declaração unilateral de independência dessa região espanhola de 7,5 milhões de habitantes.

Contra essa possibilidade, a Sociedade Civil Catalã, que conta com o apoio do Partido Popular (PP) do chefe de governo, Mariano Rajoy, convocou a manifestação para a partir das 12h (7h, no horário de Brasília), em Barcelona, convidando a se unirem "aos partidos políticos e às entidades cívicas que defendem os valores constitucionais". / AFP



 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.