Vários colaboradores de Karzai recebem dinheiro da CIA, diz jornal

Funcionários do gabinete presidencial passariam informações aos EUA mediante pagamento

Efe

27 de agosto de 2010 | 12h59

WASHINGTON - Diversos colaboradores do presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, recebem salários da CIA há algum tempo, informou nesta sexta-feira, 27, o jornal The Washington Post, que cita atuais e antigos funcionários americanos.

 

O The New York Times informou na quinta-feira que um assessor de Karzai que está sendo investigado por corrupção, Mohammad Zia Salehi, estava na folha de pagamento da CIA.

 

As fontes anônimas do Post indicam que Salehi é um de muitos membros do gabinete presidencial que foram contratados pelos serviços de espionagem dos Estados Unidos para que Washington receba informações sobre o que passa em Cabul.

 

Um ex-funcionário da CIA explicou que se trata de um procedimento necessário, pois "o chefe de Estado não vai contar tudo" e, além disso, porque Karzai também sabe de tudo o que estão fazendo os membros de seu próprio Governo.

 

Um dos funcionários consultados pelo jornal da capital americana disse que é grande o número de colaboradores de Karzai que recebem dinheiro da CIA. No entanto, um porta-voz da CIA, Paul Gimigliano, afirmou que "esta fonte anônima parece estar motivada por ignorância ou malícia, ou pelas duas coisas".

Tudo o que sabemos sobre:
KarzaiAfeganistãoCIAEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.