REUTERS/Toby Melville
REUTERS/Toby Melville

Cerca de 600 prédios residenciais britânicos têm revestimento inflamável, diz May

Premiê fez o anúncio após ter acesso aos resultados de testes conduzidos em razão do incêndio na Torre Grenfell

O Estado de S.Paulo

22 Junho 2017 | 07h35
Atualizado 22 Junho 2017 | 08h33

LONDRES - Cerca de 600 prédios residenciais britânicos têm revestimento inflamável, disse a primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta quinta-feira, 22, citando os resultados de testes conduzidos depois que um incêndio em um edifício de apartamentos deixou ao menos 79 mortos em Londres

O fogo consumiu rapidamente a Torre Grenfell, que tem 24 andares e 120 apartamentos na semana passada, no pior incêndio do Reino Unido desde a 2.ª Guerra. O revestimento exterior instalado durante uma restauração pode ter desempenhado um papel determinante no incidente, disseram moradores.

O desastre aumentou a pressão sobre a premiê, que já batalhava por sua sobrevivência política após uma eleição antecipada que resultou na perda da maioria parlamentar de seu partido. O incêndio despertou revolta contra cortes no financiamento de governos locais e acusações de negligência criminal.

"Devemos, claro, ser cuidadosos ao especular o que causou esse incêndio, mas como uma precaução o governo se organizou para testar revestimentos em todos os prédios residenciais relevantes", disse May ao Parlamento. "Pouco antes de chegar à Câmara, fui informada de que um certo número desses testes voltou como inflamável.”

A primeira-ministra disse que autoridades locais e os serviços de incêndio foram informados e estão tomando medidas para tornar os prédios seguros e informar os moradores. / REUTERS e AFP

Mais conteúdo sobre:
Reino Unido Theresa May Incêndio Londres

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.