Vários presos mortos durante motim em prisão em Tbilisi

Vários presos morreram hoje em enfrentamentos com a Polícia durante um motim ocorrido em uma prisão na capital da Geórgia, Tbilisi, informou o Ministério da Justiça georgiano. "O número de mortos e feridos causados pelo tiroteio que começou durante a operação policial para sufocar um motim na prisão 5 de Tbilisi será conhecido em algumas horas", disse à EFE Teya Kimeridze, porta-voz do Ministério de Justiça da Geórgia. O ministro Gueorgui Kavtaradze afirmou em entrevista coletiva que havia vários mortos entre os réus e doze feridos entre os efetivos policiais, que conseguiram sufocar a revolta e tomar o controle do centro penitenciário. A companhia de televisão Rustavi-2 informou de pelo menos seis mortos entre os presos durante o enfrentamento com efetivos de uma unidade antidistúrbio. "Foi uma ação bem planejada que representava um sério perigo para Tbilisi", afirmou Kavtaradze sobre os planos dos presos de abandonar a prisão localizada a uma centena de metros das sedes do Ministério do Interior e da Promotoria Geral. O ministro disse ainda que também se preparavam ações análogas em outras prisões da Geórgia. A operação policial durou cerca de duas horas, segundo o ministro da Justiça, que assegurou que os efetivos de uma unidade antidistúrbio obrigaram os réus a permanecerem em suas celas. Enquanto, centenas de familiares dos réus dessa prisão e representantes de várias forças da oposição se reuniram nas imediações das instalações penitenciárias.

Agencia Estado,

27 Março 2006 | 05h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.