Vaticano critica Obama por decisão favorável a aborto

O Vaticano informou hoje que está desapontado com a decisão do Presidente do Estados Unidos, Barack Obama, de colocar fim à proibição de financiamento federal para grupos internacionais defensores do aborto. O monsenhor Rino Fisichella, chefe da Academia Pontifícia para a Vida, conclamou Obama a ouvir todas as vozes norte-americanas sem a "arrogância daqueles que, estando no poder, acreditam que podem decidir sobre a vida e a morte". Fisichella afirmou em uma entrevista publicada no Corriere della Sera que, "se esse for um dos primeiros atos do Presidente Obama, eu tenho de dizer, com todo o respeito, que iremos nos desapontar rapidamente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.