Vazamento de petróleo chega à costa da Coréia do Sul

No total calcula-se que se caíram no mar 10.500 toneladas de petróleo

EFE,

08 de dezembro de 2007 | 05h22

O petróleo que vazou para o mar após a colisão entre um petroleiro e um cargueiro nas águas territoriais da Coréia do Sul chegou neste sábado, 8, à costa oeste do país, uma região conhecida por suas paisagens naturais e sua atividade pesqueira.   Segundo a agência sul-coreana "Yonhap", que cita fontes do governo, o petróleo já afetou cerca de 13 quilômetros de costa do Mar Amarelo. Há manchas de grande extensão que aproximam da costa devido ao forte vento.   No total calcula-se que se caíram no mar 10.500 toneladas de petróleo. O vazamento está sendo considerado o pior acidente ambiental do país.   A região atingida fica perto do parque nacional de Taean Haean, uma área turística e de cultivo de algas e ostras. O parque conta com uma costa de 530 quilômetros, e um conjunto de 120 ilhotas, além de cerca de 30 praias.   Na região fica também a baía de Chonsu, de grande importância para a biodiversidade local.   As autoridades sul-coreanas formaram um dispositivo para conter e recolher o vazamento, mobilizando cerca de 70 navios e três helicópteros.

Tudo o que sabemos sobre:
VAZAMENTO DE PETRÓLEO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.