Vázquez avalia mandato e defende mudanças no Mercosul

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, defendeu reformas no Mercosul, que integra ao lado de Brasil, Argentina, Paraguai e Venezuela, chamou o bloco de "um projeto estratégico"."O Uruguai é o membro que mais cumpre as resoluções do Mercosul, com 70%, enquanto a média é de 68,5%. Isso nos dá autoridade para expor a necessidade de ampliar e melhorar o bloco. Queremos mais e melhor Mercosul", afirmou, num ato público realizado na sexta-feira, 2.Num discurso público de 2h50 avaliando os dois anos de seu mandato, o presidente do Uruguai destacou a necessidade de "respostas para combater as assimetrias" e uma concepção do Mercosul como "algo maior que um tratado comercial".Entre as propostas uruguaias estão iniciativas de segurança energética, infra-estrutura, cooperação científica, complementação e intercâmbio cultural.Vázquez expressou também sua vontade de trabalhar para normalizar as relações com a Argentina, como já havia feito numa mensagem ao Parlamento.O líder defendeu na Praça Independência "a conduta do Uruguai na disputa" com a Argentina sobre a instalação de fábricas de celulose na fronteira e disse que acata plenamente o direito internacional.Além disso, Vázquez destacou o respeito à soberania dos Estados, a defesa e promoção dos direitos humanos, a solução pacífica das disputas, o princípio de não-intervenção e a autodeterminação dos povos.Vázquez também defendeu a transparência de seu mandato e ressaltou a redução dos níveis de indigência e pobreza, com aumento na renda de 11% em 2006.A indigência passou de 5,21% da população em 2004 para 3,94% no primeiro semestre de 2006, afirmou, enquanto a pobreza caiu de 22,49% para 19%, segundo números do Instituto Nacional de Estatísticas.O presidente destacou que seu governo não tolera a corrupção, e prometeu, em caso de denúncias, "abrir todos os caminhos para investigar e tomar todas as medidas para lutar contra o flagelo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.