Vázquez chefia observadores na República Dominicana

O ex-presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, começou nesta quarta-feira o trabalho como chefe da missão observadora da Organização dos Estados Americanos (OEA), que acompanhará as eleições presidenciais na República Dominicana, marcadas para 20 de maio. Seis candidatos disputam a presidência, mas a maioria das pesquisas indica empate na intenção de voto entre Hipólito Mejía, que governou a República Dominicana entre 2000 e 2004, e Danilo Medina, candidato do governista Partido da Libertação Dominicana. As pesquisas dizem que cada candidato têm 45% das intenções de voto.

AE, Agência Estado

25 de abril de 2012 | 21h18

Vázquez chegou hoje a Santo Domingo. A missão da OEA tem 60 observadores. O ambiente eleitoral dominicano é tenso, com denúncias de corrupção, de supostas conspirações para assassinatos contra candidatos e grampos telefônicos. Além do presidente e vice-presidente, os 6,5 milhões de dominicanos elegerão pela primeira vez sete deputados que representarão comunidades de imigrantes que vivem em outros países do Caribe, na Europa e nos Estados Unidos.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.