Saul Loeb/AFP
Saul Loeb/AFP

Veja a tradução da transcrição completa da conversa entre Trump e Zelenski

Presidente dos Estados Unidos implicitamente pediu ajuda ao presidente da Ucrânia para acelerar investigação sobre seu principal opositor nas eleições de 2020

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2019 | 20h50

A Casa Branca divulgou nesta quarta-feira, 29, a transcrição da conversa entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o da Ucrânia, Volodmir Zelenski, em 25 de julho, que pode levar ao impeachment do republicano.

O documento, que foi escrito com relatos de oficiais do governo americano que acompanharam a ligação, mostra detalhes da conversa que indica que Trump teria pedido auxílio de Zelenski para investigar o ex-vice presidente dos EUA e pré-candidato democrata Joe Biden, além de seu filho, Hunter Biden, na época funcionário de uma empresa de energia ucraniana. 

Leia a íntegra da transcrição:

Trump: Parabéns pela vitória. Nós todos acompanhamos dos Estados Unidos e você fez um grande trabalho. A forma como você veio de trás (na disputa) como alguém que não tinha muita chance e terminou vencendo facilmente é um grande feito. Parabéns.

Zelenski: Você está completamente certo, senhor presidente. Nós tivemos uma grande vitória e trabalhamos duro por isso. Trabalhamos muito, mas eu queria te confessar que eu tive uma oportunidade de aprender contigo.

Usamos algumas de suas habilidades e sabedoria, e conseguimos usá-las como exemplo para as nossas eleições. E, sim, é verdade que essas foram eleições únicas.

Estávamos numa situação única em que fomos capazes de alcançar um sucesso único. E posso te dizer o seguinte: na primeira vez, o senhor me ligou para parabenizar quando eu ganhei a eleição presidencial.

E agora o senhor está me ligando quando meu partido venceu as eleições legislativas. Acho que deveria me candidatar mais frequentemente para você continuar me ligando e falarmos com mais constância.

Trump: (risos) Essa é uma ideia muito boa. Acho que o seu país está muito feliz com isso.

Zelenski: Bom, sim. Para te falar a verdade, estamos tentando trabalhar duro, porque queremos drenar um pântano (da corrupção) aqui no nosso país. Trouxemos muitas pessoas novas. Não os velhos políticos, nem os políticos normais, porque nós queremos ter um novo formato e um novo tipo de governo. Você é um grande professor para nós nisso.

Trump: Bom, é muito gentil de sua parte dizer isso. Eu vou dizer que nós fazemos muito pela Ucrânia. Dedicamos muito esforço e muito tempo. Muito mais do que os países europeus estão fazendo e eles deveriam estar ajudando vocês mais do que estão.

A Alemanha não faz quase nada por vocês. Tudo o que eles fazem é falar, e eu penso que é algo que é um assunto do qual você realmente deveria falar com eles . Quando eu estava falando com Angela Merkel, ela mencionou a Ucrânia, mas não faz nada (sobre o assunto).

Muitos dos países europeus estão fazendo a mesma coisa, então eu acho que é algo que você deveria prestar atenção. Mas os Estados Unidos estão muito, muito bem com a Ucrânia.

Eu não diria que é necessariamente recíproco, porque estão acontecendo coisas que não são boas, mas os Estados Unidos estão sendo muito, muito bons com a Ucrânia.

Zelenski: Sim, você está completamente certo. Não apenas 100%, mas na verdade 1000% certo e eu queria te contar o seguinte: de fato, eu falei com Angela Merkel e eu me encontrei com ela. E eu também me encontrei e conversei com Macron.

E eu disse a eles que eles não estão fazendo o tanto que precisam para fazer quanto a questão das sanções (contra a Rússia). Eles não estão aplicando as sanções. Eles não estão trabalhando o tanto que deveriam trabalhar pela Ucrânia.

A questão é que, ainda que logicamente, a União Europeia deveria ser nossa maior parceira, na prática os EUA são um parceiro muito maior que a União Europeia. E eu sou muito grato a você por isso, porque os Estados Unidos estão fazendo muito pela Ucrânia.

E estão fazendo muito mais que a União Europeia, especialmente quando estamos falando de sanções contra a Rússia.

Eu também gostaria de te agradecer pelo seu grande apoio na área de defesa. Estamos prontos para continuar a cooperar para os próximos passos. Especificamente estamos quase prontos para comprar mais javelins (lançador de mísseis antitanque portátil ) dos Unidos Unidos com propósito de defesa.

Trump: Eu gostaria de pedir um favor a você, no entanto, porque o nosso país está passando por um bocado (de problemas) e a Ucrânia tem muitas informações sobre isso.

Gostaria que você descobrisse o que aconteceu com toda a situação com a Ucrânia, eles mencionam uma Crowdstrike (empresa de segurança cibernética que investigou os ataques aos servidores de e-mail do Partido Democrata nas eleições de 2016)… Acho que você tem um de seus milionários... e dizem que a Ucrânia tem o servidor.

Há muitas coisas que aconteceram, toda essa situação... Eu penso que você está se cercando das mesmas pessoas. Gostaria que o procurador-geral (William Barr) ligasse para você ou o seu pessoal e eu gostaria que você fosse a fundo nisso.

Como você viu ontem, todo esse absurdo acabou com uma fraquíssima performance de um homem chamado Robert Mueller, uma performance incompetente, mas eles dizem que muito disso começou com a Ucrânia. Seja lá o que você puder fazer, é muito importante que você faça isso, se possível.

Zelenski: Sim, é. É muito importante para mim tudo o que você mencionou antes. Para mim, como presidente, é muito importante, e nós estamos abertos para qualquer cooperação futura. Estamos prontos para abrir uma nova página na cooperação em relações entre os Estados Unidos e Ucrânia.

Para esse propósito, eu já retirei nossa embaixadora dos Estados Unidos e ela será substituída por um embaixador muito competente e muito experiente que vai trabalhar muito para garantir que as nossas duas nações continuem se aproximando.

Também gostaria, e espero, que ele tenha sua confiança e, tendo relações pessoais com você, para que possamos cooperar ainda mais.

Queria lhe dizer pessoalmente que um dos meus assistentes falou com o Sr. Giuliani (advogado pessoal de Trump) recentemente e estamos esperando que o Sr. Giuliani possa viajar para a Ucrânia e vamos nos encontrar assim que ele chegar aqui.

Eu apenas queria te garantir mais uma vez que você terá apenas amigos conosco. Eu vou garantir que eu me cerco com os melhores e com as pessoas mais experientes.

Eu também gostaria de te contar que somos amigos. Somos grandes amigos, e você, Sr. Presidente, tem amigos no nosso país, então podemos continuar nossa parceria estratégica.

Eu também planejo me cercar com boas pessoas, e, além dessa investigação, eu garanto como presidente da Ucrânia que todas as investigações serão feitas aberta e francamente. Isso eu posso te garantir.

Trump: Bom, porque eu ouvi que você tinha um promotor que era muito bom e ele foi afastado, e isso é bastante injusto. Muitas pessoas estão falando sobre isso: da maneira que ele foi afastado e vocês (ucranianos) tinham muitas pessoas ruins envolvidas nisso.

Sr. Giuliani é um homem muito respeitado. Ele foi o prefeito de Nova York, um grande prefeito, e eu gostaria que ele te ligasse. Eu vou pedir a ele que te telefone junto com o procurador-geral (William Barr).

O Rudy sabe muito bem o que está acontecendo e ele é um rapaz muito capaz. Se você puder falar com ele , seria ótimo. A ex-embaixadora da Ucrânia nos Estados Unidos, a mulher, era um problema e as pessoas com quem ela estava lidando na Ucrânia eram problemáticas, então eu só queria que você estivesse a par disso.

A outra coisa (é que) há muita conversa sobre o filho do Biden, que Biden parou a acusação e muitas pessoas querem investigar isso, então qualquer coisa que você puder fazer com o procurador-geral (William Barr) seria ótimo.

Biden andou por aí se gabando que ele parou a investigação, então se você puder verificar isso… Parece horrível para mim.

Zelenski: Eu gostaria de te falar sobre o promotor (ucraniano). Primeiramente, eu entendo e estou ciente da situação. Desde que ganhamos a maioria absoluta no Parlamento, o próximo promotor geral (da Ucrânia) será 100% meu candidato, quem será aprovado pelo Parlamento e vai começar como novo promotor em setembro.

Ele - ou ela- verificará a situação, especificamente para a empresa que você mencionou nesta questão (de Biden).

A questão da investigação do caso na verdade se trata de recuperar a honestidade (na Ucrânia), então nós vamos tomar conta disso e vamos trabalhar na investigação do caso.

Além disso, gostaria de gentilmente te pedir se você tem alguma informação adicional que você poderia nos prover.

Seria muito útil para a investigação, para ter certeza que vamos administrar a justiça no nosso país.No que diz respeito a embaixadora da Ucrânia nos Estados Unidos da Ucrânia, e se eu me lembro, o nome dela é Ivanovich.

Foi bom que você foi o primeiro, quem me contou que ela é uma embaixadora ruim porque eu concordo 100% contigo.

A atitude dela em relação a mim foi longe de ser a melhor, como ela admitiu ao antigo presidente que ela estava do lado dele. Ela não me aceita muito bem como novo presidente.

Trump: Bom, ela vai passar por algumas coisas. Eu vou fazer com que o Sr. Giuliani te ligue e eu também vou fazer com que o procurador geral Barr ligue e nós vamos ir a fundo disso.

Estou certo de que você vai conseguir. Ouvi que o promotor estava sendo tratado muito mal e ele era um promotor muito justo, então boa sorte com tudo. Eu prevejo que sua economia vai melhorar. Você tem muitos ativos. É um grande país. Eu tenho muitos amigos ucranianos, são pessoas incríveis.

Zelenski: Gostaria de te avisar que eu também tenho alguns amigos ucranianos que vivem nos Estados Unidos. Na verdade, a última vez que eu viajei para os Estados Unidos, eu fiquei em Nova York perto do Central Park e eu fiquei na Trump Tower. Eu vou falar com eles e espero os ver de volta, no futuro.

Eu também queria te agradecer pelo seu convite para visitar os Estados Unidos, especificamente Washington.

Por outro lado, eu também quero te garantir que nós vamos lidar seriamente com o caso (de Biden) e vamos trabalhar na investigação.

Sobre a economia, há muito potencial para os nossos dois países e uma das questões que são muito importantes para a Ucrânia é dependência energética.

Acredito que podemos ser bem-sucedidos e cooperar em independência energética com os Estados Unidos. Já estamos trabalhando em cooperação. Estamos comprando petróleo americano, mas eu estou muito esperançoso de um encontro futuro. Iremos ter mais tempo e mais oportunidades para discutir essas oportunidades e conhecermos melhor. Gostaria de te agradecer muito pelo seu apoio.

Trump: Bom. Então, muito obrigado e eu agradeço. Eu vou avisar ao Rudy e ao procurador geral Barr para ligarem  para você. Obrigado. Sempre que quiser vir à Casa Branca, sinta-se livre para ligar. Nos dê um dia e eu vou trabalhar nisso. Eu estou esperando te ver.

Zelenski: Muito obrigado. Eu ficaria muito feliz em ir e ficaria feliz de te conhecer pessoalmente e te conhecer melhor. Estou esperando pelo nosso encontro e eu gostaria também de te convidar para visitar a Ucrânia e vir para a cidade de Kiev, que é uma bela cidade.

Nós temos um belo país que te receberia bem. Em outro lado, acredito que no dia 1º de setembro nós estaremos na Polônia e podemos nos encontrar na Polônia.

Depois disso, poderia ser uma boa ideia para você visitar a Ucrânia. Podemos tanto pegar o meu avião e irmos para a Ucrânia ou pegar o seu avião, que provavelmente é muito melhor que o meu

Trump: OK, podemos ver isso aí. Estou esperando para te ver em Washington e talvez na Polônia, porque eu acho que estaremos por lá nesta data.

Zelenski: Muito obrigado Sr. Presidente.

Trump: Parabéns pelo bom trabalho que você fez. Todo o mundo está assistindo. Não estou certo se foi uma zebra, mas parabéns.

Zelenski: Obrigado, Sr. Presidente. Adeus. / TRADUÇÃO DE LUIZ RAATZ E LEVY TELES DOS SANTOS, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.