Vencedor do Nobel da Paz será anunciado no dia 11

A comissão de seleção do Prêmio Nobel da Paz decidiu entregar o prêmio deste ano a alguém que inspire uma mensagem ao mundo contra o terrorismo, no rastro da repercussão de uma possível guerra no Iraque. A decisão final foi tomada na quinta-feira, mas a identidade do ganhador será divulgada em 11 de outubro. "Notamos que não há nenhum claro favorito nos meios de comunicação", disse o secretário do comitê, Geir Lundestad. O prêmio data de 1901. Este ano foi apresentado um número recorde de candidatos - 156 pessoas e 39 grupos - até o dia 1º de fevereiro.Muitos dos candidatos refletiam os ataques de 11 de setembro de 2001 nos EUA e suas conseqüências, como o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani. O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e primeiro-ministro britânico, Tony Blair, foram indicados por liderarem a guerra contra o terrorismo, mas sua vitória foi considerada difícil em vista dos esforços de ambos em convencer o mundo sobre a necessidade de derrubar o líder iraquiano Saddam Hussein."O comitê não é tão louco", disse Sverre Lodgaard, diretor do Instituto Norueguês de Relações Internacionais, ao comentar a indicação de Bush e Blair. "Impossível. O comitê do Prêmio Nobel da Paz perderia toda a credibilidade na Europa", disse Stein Toenesson, diretor do Instituto Internacional de Pesquisas para a Paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.