Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vencedora do Nobel da Paz é recebida com festa no Irã

Recebida por uma multidão vestida de branco, para simbolizar uma mudança pacífica, a advogada Shirin Ebadi, vencedora do Prêmio Nobel da Paz deste ano, retornou a seu país nesta terça-feira como uma nova força do movimento reformista iraniano. "Muito obrigado a todos vocês. Estarei para sempre a serviço de vocês", disse ela ao público que a recebeu assim que pisou em solo iraniano pela primeira vez desde o anúncio da premiação.Ebadi foi recebida com um buquê de flores no aeroporto pelo vice-presidente Mohammad Ali Abtahi e outros membros do governo reformista do presidente do Irã, Mohammad Khatami. Simpatizantes - entre os quais se encontravam membros do Parlamento - foram ao setor VIP do Aeroporto de Teerã para receber a advogada e ativista dos direitos humanos, que participava de uma conferência em Paris. No lado de fora, mais de 5.000 pessoas reuniram-se na maior manifestação pró-reformas desde os violentos protestos de junho.Mais cedo, numa demonstração da profunda divisão causada no Irã pela escolha de Ebadi para o Prêmio Nobel da Paz, o presidente iraniano felicitou a ativista, mas qualificou a premiação como um "instrumento político". O comentário de Khatami parecia uma tentativa de agradar a reformistas e conservadores, que têm opiniões diferentes sobre Ebadi."Este prêmio foi concedido a ela com base em considerações totalmente políticas", disse. Ele acrescentou que o Nobel da Paz "não é muito importante" se comparado com os outros, como o de literatura. Entretanto, ele também saudou a premiação. "Ninguém ficará chateado por ver o sucesso de uma colega iraniana", garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.