Venda de Chrysler à Fiat será definida segunda-feira

A montadora norte-americana Chrysler terá de esperar até a segunda-feira para dar prosseguimento a seu plano de unir-se à montadora italiana Fiat. Ontem à noite, o juiz da Corte de Falência de Manhattan, Arthur Gonzalez, informou que irá emitir somente na segunda-feira um veredicto escrito sobre a venda da maior parte dos ativos da Chrysler. Havia expectativa de que a decisão fosse anunciada ontem ou neste sábado.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 13h43

Ontem, a Chrysler encerrou uma maratona de três dias ou 36 horas de depoimentos sobre a transação, a qual, afirma, é essencial para sua sobrevivência. A Chrysler está em processo de concordata.

A decisão sobre a aprovação ou não da venda da Chrysler - segundo o advogado da empresa, a única alternativa além da liquidação - deve acontecer no mesmo dia em que sua concorrente, a General Motors, pode ter a concordata declarada em Nova York.

A Chrysler enfrenta cerca de 350 objeções em seus planos, a maior parte de fornecedores, de um grupo de credores e de dealers que terão suas lojas fechadas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chryslervendadefinição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.