Venezuela amplia suspensão de negócios no câmbio

A Venezuela decidiu prorrogar a suspensão das negociações no mercado de câmbio para até o dia 5 de fevereiro. O ministro das Finanças da Venezuela, Tobias Nóbrega, confirmou a informação em entrevista ao jornal "El Universal". A suspensão seria levantada amanhã, mas foi estendida para que o governo tenha mais tempo para trabalhar nas medidas de controle do câmbio. As cotações no câmbio oficial foram suspensas no dia 22, por um prazo inicial de cinco dias, que terminaria hoje. Nos 13 dias úteis até a suspensão do câmbio oficial, as reservas venezuelanas caíram a uma média de US$ 59,3 milhões por dia, de acordo com o ministro das Finanças, Tobias Nóbrega. Na segunda-feira, as reservas estavam em US$ 11,05 bilhões, de US$ 11,93 bilhões no início do ano. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.