Venezuela anuncia racionamento de água em Caracas

O governo da Venezuela anunciou um plano de racionamento de água na capital do país, Caracas, que deixará algumas das seis milhões de pessoas sem acesso à água por até três dias por semana.

AE, Agência Estado

08 Maio 2014 | 01h00

O plano de emergência é necessário para contornar a severa seca que o país enfrenta, disseram as autoridades, uma vez que o nível de um dos três reservatórios que abastecem Caracas está próximo das mínimas históricas. Os níveis no reservatório Lagartijo não devem retornar ao normal até agosto ou setembro, segundo informações do governo.

Carlos Ocariz, prefeito do distrito de Sucre, reclamou que nenhum reservatório foi construído durante os 15 anos de governo do partido do presidente Nicolás Maduro. Ele também alertou que um plano de economia de água devia ter sido anunciado meses atrás. "Nós não precisávamos esperar as coisas chegarem a esse ponto para começar a agir", escreveu, em comunicado. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Venezuela racionamento água

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.