Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Venezuela: Candidatos entram na reta final da campanha

Os dois principais candidatos à presidência da Venezuela entraram hoje na reta final da breve campanha com vistas às eleições de domingo no país.

AE, Agência Estado

10 de abril de 2013 | 12h57

Enquanto o herdeiro político de Hugo Chávez e presidente interino Nicolás Maduro promete medidas como reajuste do salário mínimo e aprofundamento dos programas sociais instituídos na última década, o opositor Henrique Capriles intensifica os ataques ao governo.

Simultaneamente, altos funcionários do governo têm denunciado sistematicamente supostos complôs para desestabilizar a situação.

Ontem, o governo da Venezuela divulgou áudios contendo o que qualificou como provas de uma conspiração de mercenários salvadorenhos para tumultuar o ambiente político no país às vésperas das eleições.

Hoje, o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, assegurou à televisão estatal que recebeu informação de uma suposta mobilização entre os opositores para não aceitarem o resultado das eleições.

Carlos Ocariz, diretor do comando da campanha de Capriles, acusou o governo de "inventar histórias" e "disseminar mentiras".

Enquanto Cabello diz que a oposição demonstra "desespero na iminência da derrota", Ocariz diz que é o governo que está "desesperado".

Iniciada em 2 de abril, a campanha para a sucessão do falecido presidente Hugo Chávez se encerra à meia-noite de amanhã. A maior parte das pesquisas de intenção de voto realizadas nas últimas semanas tem mostrado Maduro bem à frente da Capriles, na maioria dos casos com margens superiores a dez pontos porcentuais. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAELEIÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.