Venezuela confirma 37 casos de cólera

Subiu para 37 o número de casos confirmados de cólera na Venezuela. Essas pessoas foram infectadas durante uma viagem à República Dominicana, onde participaram de uma festa de casamento. A ministra da Saúde, Eugenia Sader, disse hoje que "todos os exames deram positivos e na Venezuela são 37 casos".

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 16h27

Ontem, as autoridades venezuelanas haviam informado que 21 adultos estavam com cólera e que outros 12 venezuelanos também infectados estavam hospitalizados na República Dominicana. Sader confirmou que "todos os casos registrados foram resultado de contaminação fora da Venezuela" e que as autoridades continuam alertas para evitar a propagação do vírus. Segundo a ministra, as pessoas foram contaminadas durante um casamento na República Dominicana, do qual mais de 400 venezuelanos participaram. "Nosso objetivo é que estes 452 convidados recebam tratamento", disse.

Dentre os convidados do casamento, também foram contaminados um espanhol, um mexicano e um norte-americano. A ministra de Saúde disse que é possível que outras pessoas que participaram da festa ainda não tenham apresentado os sintomas, mas podem estar carregando o vírus. Ela declarou, porém, que são baixas as chances de a Venezuela sofrer uma epidemia da doença. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelacóleraRepública Dominicana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.