Venezuela deve assumir controle da CANTV em junho

O governo da Venezuela anunciou nesta terça-feira que vai assumir em 4 de junho o controle operacional da Compañía Anónima Teléfonos de Venezuela (CANTV), a maior empresa de telecomunicações do país.O ministro de Telecomunicações, Jesse Chacón, informou que o governo lançou na segunda-feira uma oferta pública de aquisição de ações da CANTV.Chacón disse que, conforme as regras de mercado, a oferta ficará aberta por 20 dias, e a liquidação da compra de ações ocorrerá no dia 18 de maio."O controle operacional da empresa seria (efetivado) no dia 4 de junho", disse o ministro em uma coletiva de imprensa.Até 18 de maio, o governo venezuelano espera adquirir pelo menos 70% das ações da companhia, o que lhe garantirá o controle operacional.Segundo o ministro, no dia 4 de julho será realizada uma assembléia extraordinária para nomeação do presidente e do conselho diretor da CANTV.A oferta pública de aquisição de ações foi lançada depois que o governo chegou a um acordo com a empresa americana Verizon para adquirir os 28,5% que esta detinha da CANTV, por um total de US$ 572 milhões.Chacón disse que o preço oferecido na oferta pública é de 4.560,43 bolívares (US$ 2,12) por ação da CANTV na Bolsa de Caracas, e aproximadamente US$ 14,84 por ADS (American Depositary Share), os papéis da CANTV negociados na Bolsa de Nova York, que equivalem a sete ações comuns."A intenção do Estado é fomentar a economia nacional, ou seja, a intenção do Estado depois de adquirir a CANTV é trazer todas as ações para a Bolsa de Caracas", afirmou Chacón."Haverá uma mudança de dono e uma mudança de filosofia, na qual se substituirá a rentabilidade a curto prazo, dos donos atuais, por uma rentabilidade social, maior penetração e melhor acesso ao serviço", disse o ministro.A nacionalização da CANTV foi anunciada pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, no início do ano, como parte de um programa maior de nacionalizações nos principais setores da economia do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.