Venezuela diz que não precisa dos EUA no combate às drogas

O ministro do Exterior venezuelano não se preocupou com a decisão do governo americano de cortar o auxílio contra as drogas para a América do Sul, dizendo que não precisa do dinheiro do "demônio" e que a Venezuela é um país "soberano"O subsecretário do Estado americano, Nicholas Burns, disse nesta segunda-feira que o presidente dos EUA, George W. Bush, propôs eliminar o envio de US$ 2,2 milhões para a Venezuela contra o tráfico de drogas."A Venezuela é um país soberano. Os americanos podem pegar o dinheiro deles e colocar onde eles acharem necessário", disse o ministro do Exterior venezuelano, Nicolas Maduro. "Nós iremos continuar a luta contra o tráfico de drogas"Maduro disse que o governo de Hugo Chávez não precisa do "dinheiro do demônio" e acusou o governo americano de apenas ajudar países que acatem suas ordens.A Venezuela é considerada uma rota para que a cocaína fabricada na Colômbia chegue aos Estados Unidos e Europa.O governo venezuelano diz que a luta contra as drogas no país está obtendo sucesso, mas Washington afirma que, por conta do fraco sistema judicial da Venezuela, o númeo de traficantes está crescendo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.