Venezuela envia 4 mil para a fronteira com Colômbia

O governo da Venzuela vai enviar 4 mil soldados para reforçar a vigilância na zona de fronteira com a Colômbia. O comandante do exército da Venezuela, general Jorge García Carneiro, disse que o contigente vai se unir a outros 20 mil soldados que já estão em operação na fronteira.Segundo a BBC, o general disse que, "em não menos de 15 dias", os soldados vão chegar à fronteira para reforçar as tropas nos postos de Socoavo e Catatumbo, no extremo norte do país. A medida atende a "um pedido do governador do estado andino de Táchira para aumentar a segurança dos moradores da região", segundo informação oficial.A fronteira é um foco de tensão entre os dois países devido à presença de grupos armados e por ser uma rota para o tráfico de drogas. Historicamente, a região também tem sido um ponto de atrito entre Colômbia e Venezuela.O envio de reforços se segue a um encontro entre o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, e da Venezuela, Hugo Chávez. Na reunião, os dois concordaram em aumentar a vigilância na fronteira entre os dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.