Venezuela enviará 100 mil cidadãos pobres para visitar Cuba

O governo da Venezuela enviará para Cuba 100 mil cidadãos de baixa renda, enquanto é feito um acordo para promover o turismo social. A ministra de Turismo, Olga Cecilia Azuaje, afirmou nesta quarta-feira que o acordo começará a entrar em vigor dentro de um mês e que espera-se que 100 mil venezuelanos de bairros humildes, camponeses e indígenas, visitem a ilha do Caribe durante um ano.Olga acrescentou que Cuba irá oferecer suporte técnico e experiência ao setor turístico venezuelano. Acrescentou que como parte do convênio, o governo cubano disponibilizará para a Venezuela um de seus aviões da companhia aérea Cubana de Aviación. O acordo será assinado na quinta-feira.Os acordos entre a Venezuela e Cuba se multiplicaram desde que o presidente Hugo Chávez chegou ao poder em 1999. Chávez, que se declarou um admirador do presidente cubano Fidel Castro, foi reeleito em dezembro passado para outro mandato até 2013.A oposição venezuelana criticou os acordos entre os governos de Chávez e Fidel por acreditar que os recursos que poderiam ser investidos no país estão sendo mal gastos. Os adversários de Chávez também criticaram que o governo promova o que eles chamam de ?turismo ideológico?, no qual, dizem, há uma orientação política para as pessoas mais humildes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.