REUTERS/Manuel Hernandez
REUTERS/Manuel Hernandez

Venezuela lança ofensiva de fiscalizações contra padarias para evitar filas

Nas ações, são aplicadas multas aos estabelecimentos comerciais e sanções como fechamentos temporários, caso se comprovem irregularidades

O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2016 | 10h29

CARACAS - O governo venezuelano lançou uma ofensiva de fiscalizações contra as padarias para evitar filas, atribuídas a "intenções políticas", disse o superintendente nacional para a defesa dos direitos socioeconômicos, William Contreras.

Depois de inspecionar 1,9 mil padarias em todo o país, ele afirmou que continuará “a supervisão porque chama a atenção que a recorrência de filas somente se dê em Caracas”, fazendo pensar “que há intenções políticas", declarou Contreras à imprensa local durante uma feira alimentar.

Nas operações são aplicadas multas aos estabelecimentos comerciais e sanções como fechamentos temporários, caso se comprovem irregularidades.

Por sua vez, o secretário-geral da plataforma opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), Jesús Torrealba, criticou a ofensiva governamental. "O governo pretende esconder as filas nas padarias, como se pudesse tapar o sol com a peneira", escreveu ele em sua conta do Twitter. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.