Venezuela lembra nove anos de golpe de Estado frustrado

Opositores tentaram derrubar Hugo Chávez, mas militares respaldaram líder venezuelano

Agência Estado

13 de abril de 2011 | 20h30

Membros da Milícia Nacional Revolucionária marcharam pelas ruas.

 

CARACAS - Milhares de partidários do presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemoraram nesta quatrta-feira, 13, o aniversário de nove anos do golpe frustrado de abril 2002. Chávez, por sua vez, advertiu a seus oponentes que o governo está preparado para fazer frente a eventuais tentativas de desestabilização ou até mesmo um novo golpe. "Ninguém pode derrubar a revolução", declarou Chávez.

 

O presidente juntou-se a milhares de simpatizantes nos festejos realizados em frente à sede do governo venezuelano e prometeu derrotar a oposição nas eleições presidenciais de 2012.

 

Nove anos atrás, a tentativa de golpe contra Chávez durou cerca de 48 horas. A ação frustrada promovida por opositores do presidente desencadeou manifestações populares durante as quais 19 pessoas morreram e centenas ficaram feridas. Chávez foi reconduzido ao poder por militares leais ao governo. As informações são da Associated Press.

 

Hugo Chávez, o principal foco das atenções.

Tudo o que sabemos sobre:
golpeVenezuelaChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.